Preservação Digital

Aplicações Informáticas

European Commission on Preservation and Access

Posted by Ana Lopes em 14 Dezembro 2008

O projecto ECPA – European Commission on Preservation and Access, é um exemplo de um projecto que visa o estudo da preservação digital a longo prazo.

É uma fundação independente, cujos membros procuram promover um movimento europeu concertado entre bibliotecas, arquivos ou outras instituições para divulgar informação sobre preservação e ajudar na coordenação  de actividades regionais e nacionais.

O objectivo da ECPA é promover actividades ligadas à salvaguarda das colecções em arquivos e bibliotecas europeias e o seu acesso, quer em suporte tradicional, quer em suporte digital.

Posted in Preservação Digital | Leave a Comment »

FEDORA – Flexible Extensible Digital Object and Repository Architecture

Posted by Inês Maio em 14 Dezembro 2008

Este projecto tem sede na Universidade da Virgínia nos Estados Unidos da América e é desenvolvido em parceria com a Universidade de Cornell.

FEDORA utiliza a linguagem WSDL (Web Services Description Language), é uma linguagem XML desenvolvida no âmbito W3C.

O sistema baseia-se em duas entidades:

  • Uma que diz respeito à arquitectura dos objectos digitais, que comportam dados, metadados e ambiente;
  • E outra diz respeito ao repositório propriamente dito.

Este repositório gere a longo prazo os recursos digitais, os metadados, as aplicações informáticas e os serviços e ferramentas que os apoiam, pretendendo ser um fornecedor OAI[1]

Os seus principais objectivos são:

  • A utilização da linguagem XML
  • Ser um formato aberto
  • Seguir a norma mantida pelo Network Development and MARC Standards Office da
  • Biblioteca do Congresso176 desenvolvida como uma iniciativa da DLF177 (Digital Library Federation)
  • Deter todas as funcionalidades necessárias ao projecto

[1] OAI – Open Archives Initiative, visa a facilitação da disseminação eficiente de conteúdo, desenvolve e promove padrões de interoperabilidade entre repositórios digitais.

Posted in Preservação Digital | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

PANDORA – Preserving and Accessing Networked Documentary Resources of Australia

Posted by Inês Maio em 14 Dezembro 2008

Este projecto nasce com a iniciativa da Biblioteca Nacional Australiana em 1996. A sua missão centrava-se no fornecimento e preservação de recursos digitais da Internet a longo prazo. Os seus objectivos são:

  • Identificar os requisitos funcionais para a gestão de um sistema de preservação
  • Identificar, testar e avaliar técnicas, normas e produtos envolvidos no processo de preservação incluindo a captura, a catalogação e o depósito
  • Estimar quais os recursos financeiros, de equipamento e pessoal necessários
  • Desenvolver recomendações e estratégias para a preservação de longo prazo e acesso, incluindo considerações acerca de refrescamentos, migrações, etc.
  • Desenvolver uma proposta de âmbito nacional para a preservação digital de longo prazo

Posted in Preservação Digital | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

Internet Archive

Posted by Inês Maio em 14 Dezembro 2008

Este projecto é uma iniciativa americana, e considera-se o projecto mais ambicioso na área da preservação digital. Consiste em arquivar e coleccionar WebPages com o intuito de conservar todos os conteúdos relevantes, a sé encontra-se em São Francisco. Nasce em 1996 com o objectivo de construir uma biblioteca digital que pudesse oferecer o acesso a historiadores, académicos e investigadores, conteúdos históricos. Em 2001 o repositório do Internet Archive estava compreendido em mais de 100 terabytes.

O modo de recolha de informação é efectuado através do Robot Alexa Internet, que captura mais de 100 Gigabytes de informação diariamente, no entanto não existe nenhum tipo de selecção nem os direitos de autor são violados, visto que, toda a informação recolhida é de domínio público.

Para que a Preservação Digital esteja garantida são tomadas 3 acções muito importantes:

  1. Manutenção de cópias em diversos locais geográficos
  2. Migração dos dados para novos suportes regularmente e
  3. Constituição de uma colecção de emuladores para usar no futuro

Posted in Preservação Digital | Leave a Comment »

Opções da Preservação Digital

Posted by Inês Maio em 14 Dezembro 2008

No campo da Preservação Digital onde a exigência e a urgência de uma preservação de conteúdos on-line é cada vez maior, estão a decorrer vários projectos sobre este assunto.

Vou então apresentar-vos o Internet Archive, PANDORA (Preserving and Accessing Networked Documentary Resources of Australia) e o FEDORA (Flexible extensible Digital Object and Repository Architecture).

Posted in Preservação Digital | Leave a Comment »

Ferramentas Web 2.0 na sociedade

Posted by anaraqpereira em 14 Dezembro 2008

Actualmente os Blogs e os Wikis são utilizados em qualquer área de actividade profissional, seja no ensino, na promoção de empresas, organizações/instituições,  na comunicação social e em outras actividades do tipo freelancer. Contudo, não podemos deixar de referir a importância que estas ferramentas desempenham actualmente no ensino e as repercussões que vão causar futuramente nesta área.

A possibilidade de comunicar em rede e de estabelecer um trabalho colaborativo de troca informacional permite com que o ensino tenha uma diversidade na sua envolvente cultural e educacional, onde a opinião quer seja dos alunos, quer seja dos docentes torne-se fundamental para o enriquecimento das matérias expostas.

Neste sentido, estas ferramentas vieram causar uma “revolução” no mundo educativo, esperando-se que haja no futuro uma evolução na relação das ferramentas Web 2.0 com esta área, bem como um maior desenvolvimento das técnicas de comunicação  e de relacionamento no ensino.

Posted in Preservação Digital | Com as etiquetas : , , | Leave a Comment »

Desvantagens da Preservação Digital

Posted by Inês Maio em 14 Dezembro 2008

  • Capacidade dos actuais sistemas electrónicos de informação em assegurar a preservação a longo prazo
  • Fragilidade intrínseca do armazenamento digital
  • Complexidade e custos da preservação digital
  • Multiplicidade de entidades
  • Dependência social da informação digital
  • Problemas com direitos autorais
  • Ausência de normas e padrões
  • Atenção especial e constante às necessidades de armazenamento e migração.

Posted in Preservação Digital | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

Vantagens da Preservação Digital

Posted by Inês Maio em 14 Dezembro 2008

  • Diminuição do acesso aos originais
  • Fidelidade ao original
  • Fidelidade na multiplicação das cópias
  • Possibilidade distribuição em rede
  • Maior acessibilidade à informação, tornando possível o acesso directo e imediato
  • Facilidade na partilha de informação
  • Elimina barreiras geográficas
  • Economia de tempo e espaço
  • Rapidez na actualização dos dados
  • Possibilidade de manter cópias de segurança

Posted in Preservação Digital | Leave a Comment »

Noticias – “Programa Geração C”

Posted by anaraqpereira em 13 Dezembro 2008

No âmbito do programa Geração C, foi divulgado um projecto que dá a oportunidade a quem procura a primeira experiência ou uma oportunidade de desenvolver actividades ligadas á Preservação Digital de participarem num Projecto de Digitalização de Arquivo, no âmbito da Modernização Administrativa  e Acesso á Informação. Este projecto está a ser levado a cabo pela Camâra Municipal de Cascais  e engloba somente a jovens residentes no Concelho com idade entre os 18 e os 25 anos, com habilitações ao nível do 12.ª ano de escolaridade e conhecimentos de informática na óptica do utilizador .

No site da instituição dinamizadora deste projecto poderão encontrar mais informações:

Geração C – http://www.geracao-c.com/Default.aspx?ID=925

Posted in Preservação Digital | Com as etiquetas : | Leave a Comment »

Sistema de diferentes cópias digitais de um mesmo documento

Posted by vitorfernandes em 12 Dezembro 2008

A adopção do sistema de diferentes cópias digitais de um mesmo documento deve atender distintamente cada uma a um propósito diferente (diferindo na qualidade).

Este sistema permitirá a criadas três versões de uma imagem (imagem matriz, imagem de acesso e imagem em miniatura). Inicialmente, é gerada uma imagem matriz digital de alta qualidade, exactamente como o original, as imagens de acesso serão geradas automaticamente a partir dessa matriz. Sendo elas[1]:

1. Imagem Matriz – imagem digital de grande qualidade apresentando uma grande resolução da imagem. Normalmente adoptado o formato TIFF, dado que é extensamente documentado e armazena informações sem compressão. Esta imagem digital não é alvo de tratamento (não é editada nem compactada).

2. Imagem de Acesso – Imagem digital de qualidade de navegação – possui um tamanho de ficheiro mais reduzido que o formato de grande qualidade. O formato de imagem normalmente adoptado para este tipo de imagem é o formato de compressão Joint Photographic Experts Group (JPEG). Esta imagem reúne qualidade satisfatória para o tipo de utilização vulgar.

3. Imagem em miniatura – Imagem digital tipo prova de contacto. São imagens de dimensão muito reduzida, para visualização na base de dados e na internet. O formato de compressão a adoptar pode ser o JPEG.



[1] NASCIMENTO, Anna Christina Aun de Azevedo [et al] – Guia para digitalização de documentos [em linha]. [Consult. em 20 Jun. 2008]. Disponível em www: <url: http://www.sct.embrapa.br/goi/manuais/GuiaDigitalizacao.pdf&gt;

Posted in Preservação Digital | Leave a Comment »